sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Espaço do poeta dos quadrinhos. #1


Eu não sei se sou eu o desenformado. Então, em vista dessa duvida, eu lhe pergunto, você alguma vez viu por ai alguém falar de quadrinhos de maneira poética; simplesmente fazer poesia com quadrinhos? Creio que deve haver por ai pessoas que façam isso, mas que de fato, EU nunca vi.


Então, por essa ausência sentida por esse que voz fala, inauguro agora um espaço para nosso amigo, Poeta dos quadrinhos se expressar.

sem mais delongas, vamos ao seu texto.


-- O QUE QUERO ---


Eu quero escrever
Quero descrever
Quero ser.

Quero mais de um
Maurício de Souza nesse país.

Quero a capa mole de volta.
Quero as bancas lotadas
como naquelas manhãs
em que da Marvel, um número
a mais se buscava.

Quero o retorno das letras em balão
e cores ao papel jornal.

Quero ser roteirista,
Artista, Egoísta, Narcisista impresso.

Quero de minha alegrias
fazer grandes tiragens,
e que minhas asas
nunca precisem migrar
para fora.

Quero viver quadro a quadro
assim como Eisner.

Quero simplesmente produzir,
imprimir, expandir... existir.

Quero fazer e viver quadrinhos!

E que seja tudo... no Brasil.


Por: Poeta dos quadrinhos

0 Pitacos gêniais:

Postar um comentário