segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Novo volume de Calvin e Haroldo saindo pela Conrad


Na missão de publicar toda a obra de Bill Watterson, a editora Conrad lança agora o novo volume de Calvin e Haroldo, intitulado "os dias estão todos ocupados". é o nono volume que sai pela editora ( 176 páginas, formato 30X23, 44,90$).

Criado em 1985, Calvin e Haroldo tinha tirinhas que eram publicadas diariamente ( isso que é que é produção ein O.o) durante dez anos, isso em mais de 1.400 jornais ao redor do planeta.

30 milhões de copias é o numero aproximado de volumes publicados por Bill Watterson.

Pra quem não sabe (ainda) a historia é sobre um garoto hiperativo chamado Calvin e seu tigre de pelúcia, que ganha vida quando nenhum adulto está por perto.

Defenders # 1 terá capa alternativa de Neal Adams

Com o fim da saga Fear Itself, a Marvel Comics lançará uma nova série mensal dos Defensores.Defenders # 1 chega às comic shops dos Estados Unidos em dezembro, com roteiros de Matt Fraction e arte de Terry Dodson. A superequipe será formada por Doutor Estranho, Namor, Punho de Ferro, Surfista Prateado, Hulk e a Mulher-Hulk Vermelha.

O objetivo dos Defensores será descobrir uma misteriosa conspiração e explorar recantos doUniverso Marvel que os leitores nunca souberam existir, em perigosas e mortais missões.

A "Casa das Ideias" revelou que a primeira edição terá uma capa alternativa desenhada pelo lendário artista Neal Adams. Confira abaixo.

Defenders #1

Fonte>>> Universo HQ

sábado, 29 de outubro de 2011

Sequencia do filme Tintim está sendo discutida

As Aventuras de Tintim - O Segredo do Licorne ainda não estreou, mas já começaram as conversas para a continuação. O filme, dirigido por Steven Spielberg e coproduzido por ele e Peter Jackson, verá uma troca na cadeira de diretor.

Para a nova produção, será a vez de Peter Jackson assumir o comando, o que será feito assim que ele terminar de filmar O Hobbit.

O projeto ainda não foi confirmado, pois estão sendo aguardadas a estreia e a aceitação do filme junto ao público. Mas esse é o plano a ser seguido. "A Sony e a Paramount querem fazer mais um filme conosco e nos deram o suporte financeiro para desenvolver o roteiro e storyboards. O roteiro já está pronto", afirmou Spielberg.

Confira aqui o trailer do longa-metragem de animação.

As Aventuras de Tintim - O Segredo do Licorne

FONTE>>> Universo HQ

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

True Blood vira revista mensal


Mais Vampiros adolescentes chegando aos quadrinhos.
--------------------------------------------------

A serie de Tv da HBO, True Blood ganhará uma serie em quadrinhos mensal pela IDW Publishing. As historias contarão com os mesmos personagens da serie de Tv, porem terá uma cronologia própria, apesar de alguns fatos similares a trama original.

Não é a primeira vez que True Blood aparece nas paginas de uma HQ. O seriado já havia ganhado algumas mini series pela própria IDW publishing, estando elas entre as publicações mais vendidas da editora ( vampiros adolescentes vendendo muito? por que não estou surpreso?).

Até agora as informações dizem apenas que a série está programada pra 2012.

Rio Comic Con 2011: Balanço positivo em relação a edição passada.


Rio Comicon

Segundo um balanço divulgado pela organização da Rio Comicon, o evento deste ano superou o de 2010. Foram 15 mil visitantes nos quatro dias da convenção. Este é o mesmo número contabilizado na edição anterior, que teve seis dias de duração.

Os destaques foram as exposições O Espírito Vivo de Will Eisner e As Filhas do Italiano Guido Crepax, além das concorridas sessões de autógrafo de Chris Claremont e sua palestra no sábado.

Criadores nacionais também chamaram a atenção, como Rafael Grampá e os irmãos Fábio Moon e Gabriel Bá. Os dois últimos, depois dos prêmios internacionais conquistados com o álbum Daytripper, tiveram o estoque disponível totalmente vendido.

Autores independentes também relataram o bom volume de vendas de suas publicações durante a convenção.

Para 2012, quando o tema será meio ambiente, os organizadores pretendem fortalecer a parte de quadrinhos infantis. Os contatos para fechar as atrações do próximo ano já começaram.

De acordo com Roberto Ribeiro, um dos diretores da Rio Comicon, o criador francês Jano é uma grande possibilidade e uma homenagem à nova geração de quadrinhos da Finlândia está sendo estudada.

O evento estava inicialmente programado para outubro de 2012, mas a data deve ser remanejada devido às eleições.

Na página da Rio Comicon no Facebook, os fãs podem indicar nomes para convidados e exposições da próxima edição. Clique aqui e deixe a sua sugestão aos organizadores.

Rio ComiconRio ComiconRio Comicon
Fonte do artigo>> Universo HQ

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Trailer de Romeo And Juliet: The War.


"Romance" Futurístico de Stan Lee

----------------------------------------------------------------
Foi divulgado trailer de divulgação de Romeo And Juliet: The War, nova Graphic novel de Stan Lee, que será publicado pela parceria da Stan Lee's POW! Entreteniment e 1821 Comics.

A historia se passa em Verona, assim como no original de Shakespeare, a diferença é que se trata de uma Verona futurística onde os Montecchios são robôs criados com DNA artificial e os Capuletos são humanos alterados geneticamente. As duas "famílias" trabalham para erradicar o mal do reino, mas quando conseguem esse objetivo, se voltam uns contra os outros.

Romeo And Juliet: The War é uma criação de Stan Lee e Terry Douglas, com roteiros de Marx Work e arte de Skan Srisuwan.

Para ver o trailer promocional narrado pelo próprio Stan Lee clique AQUI

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Volume 2 de Hellblazer/origens- Chegando pela Panini


Depois das primeiras historias de Jhon Constantine serem republicadas aqui, no primeiro volume de Hellblazer- Origens, pela Panini.
A editora já programou o segundo volume, que terá historia publicadas originalmente em Hellblazer #7 a #10 e Swarnp Thing #76 e #77.

Os roteiros e arte dessas primeiras aventuras do mago despreocupado e politicamente incorreto são de Jaime Delano e e Jhon Rigdway. Essas primeiras Historias mostras o melhor e o pior do personagem, alem da participação do Monstro do pântano, personagem que abrigou o nascimento de Constantine nas páginas de sua revista.

Hellblazer - Origens - Volume 2 - Triângulos Infernais (formato 17 x 26 cm, 176 páginas, R$ 19,90) será lançado no começo de novembro, com distribuição setorizada.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Especialistas discutem quadrinhos digitais e o futuro da versão impressa.


Digital Comics

Durante a New York Comic-Con, que aconteceu entre os dias 14 e 16 de outubro, aconteceu um debate entre especialistas que conversaram com os fãs a respeito dos quadrinhos digitais e o futuro das revistas tradicionais, na versão impressa.

Para David Lisa, consultor da Biblioteca Estadual de New Jersey e especialista em quadrinhos, chegou-se a um momento crucial na indústria, em que se pode escolher ler uma revista física ou digitalmente.

"Muitas pessoas estão escolhendo o meio digital porque podem ler por demanda, e a qualidade das páginas é linda. Existe toda uma geração que cresceu cercada com tecnologia que preferem ler em seus iPads ou outros tablets", declarou.

Ele acredita que, assim que crescerem, essas pessoas continuarão preferindo ler digitalmente. No entanto, não crê no fim do papel. "Eu continuarei lendo revistas impressas e, se é disso que você gosta, também deveria. É possível que os dois meios coexistam. Mas se as editoras estão sofrendo agora, o que acontecerá se a maioria preferir digital?", disse.

Já Michael Maziekien, que trabalha na Biblioteca Pública de Rockaway Twonship, em Nova Jersey, lembrou que as vendas de graphic novels caíram 20% em 2010, enquanto os quadrinhos digitais cresceram 1000%.

As próprias bibliotecas dos Estados Unidos estão expandindo a oferta de e-books para as pessoas que não possuem acesso a tecnologias como as dos tablets. No ano passado, 66% das bibliotecas públicas estavam oferecendo acesso a e-books. E o número, que não passava de 5% em 2001, deve crescer em 2011.

"Steve Jobs ajudou muito no crescimento do interesse em ler quadrinhos nesses aparelhos", explicou David Lisa, sobre a criação dos smartphones e do iPad. "O estado atual do meio digital nos dará pistas do que pode ocorrer no futuro. Entretanto, a demanda está aumentando rapidamente e a indústria está definitivamente mudando, e o debate acerca da morte do formato impresso ainda continuará."

Digital Comics
Fonte>>> Universo HQ

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Fox dá carta branca pra possível seriado do Justiceiro.


Segundo informações do Site Deadline, a Fox deu positivo para o inicio da produção de um episódio piloto de uma serie para TV baseada nas HQs do Justiceiro, da Marvel. Será desenvolvido pela ABC Studios.

A série está programada para ter episódios de uma hora de duração, produzidos por Ed Bernero (Criminal Mind).

Diferente do enredo original das HQs, Frank Castle é um detetive do departamento do polícia de Nova York, que assume a identidade do Justiceiro para resolver casos em que o sistema jurídico falhou (prevejo fãs reclamando).

Não é a primeira vez que o personagem dá as caras nas telas. Quem não lembra dos três filmes lançados com o justiceiro como protagonista: Em 1989 (eca), 2004 ( assistivel) e 2008 ( eca 2).

Entre outros personagens da Marvel que estão pra ganhar seriados estão: Hulk, AKA, Jessica Jones (baseado na sérieAlias, de Brian Bendis); Manto e Adaga; e Mockingbird (inspirado nas aventuras da personagem Harpia).
Ainda não há previsão para o lançamento do episodio piloto.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Dossiê Star Wars na Mundo dos Super-Heróis


A cultura pop pode ser dividida entre antes e depois do verão de 1977, data da estreia de Star Wars. O filme tornou-se a produção mais lucrativa até então e foi um dos precursores dos blockbusters.

Para aproveitar o recente lançamento da série Star Wars em Blu-ray, a revista Mundo dos Super-Heróis #29 traz uma reportagem especial recheada de informações sobre a trilogia clássica: Uma Nova Esperança (1977), O Império Contra-Ataca (1980) e O Retorno de Jedi (1983). São 36 páginas com bastidores da criação, seleção do elenco, universo expandido, adaptação em quadrinhos, outras produções, fanfilmes, pôsteres e muito mais.

Esta edição da revista traz também - Animação: Os heróis mais poderosos da TV; Batmóvel, o aliado do morcego; Procurado: Venom; Action-figures: figuras clássicas; e as novidades nas seções Grandes revistas, Preview, Peneira Pop, Galeria, Recebemos, além da coluna Etc e Tal, trazendo desta vez uma interessante e polêmica reflexão do jornalista Jota Silvestre sobre as vendas de gibis nos Estados Unidos e Brasil.

A Mundo dos Super-Heróis #29 tem 100 páginas, formato 20,5 x 27,5 cm e custa R$ 14,90. Lançamento da Editora Europ


Fonte>>> HQM

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Pra pensar um pouco...

JBC Lança Neon Genesis Evangelion #1 e Kobato #1


Esse mês, a JBC coloca nas bancas mais dois títulos nipônicos, pra o delírio dos otakus de plantão. Tratam-se de Neon Genesis Evangelion #1 e Kobato #1

Evangelion, que já foi publicado no Brasil pela Conrad será republicado pela JBC. Tem 176 páginas, Formato 13,5 X 20,5 cm e custará a bagatela de 10,90 (preço padrão da editora).

Pra quem não conhece ( muito poucos, creio eu), Evangelion se passa em um futuro apocalíptico (ano 2000) e conta o que aconteceu com a humanidade depois que um meteoro gigantesco caiu no circulo polar ártico, reduzindo pela metade a população da terra e desencadeando uma série de transtornos climáticos e civis. Quinze anos depois, quando as coisas começavam a "se ajeitar", a terra começa a sofrer repetitivos ataques de criaturas gigantes: Os anjos. Em função disso foram criados os EVAS, robôs gigantes que seriam pilotados por três crianças escolhidas com o intuito de combater a ameaça. Dentre elas está Shinji (pirralho chorão, chato pra K7), filho do comandante da NERV, organização criadora dos EVAS. Shinji retorna à Toquio descobre que seu destino é ser o piloto do EVA Unidade 01.

Neon Genesis Evangelion sai agora em formato Tankobon.


Kobato # 1, do quarteto CLAMP (formado pelas autoras Ageha Ohkawa, Mokona, Tsubaki Nekoi e Satsuki Igarashi), mistura romance, comédia e fantasia, e aposta no carisma da protagonista meiga e atrapalhada que parece ter caído do céu.

A história gira em torno da charmosa garota Kobato Hanato, cuja missão é encher uma misteriosa garrafinha com corações feridos para conquistar o direito de ir para "um lugar aonde deseja ir". Entretanto, ela não deve se apaixonar por qualquer pessoa de quem tenha coletado as feridas do coração.

Assim, Kobato contará com a supervisão de Ioryogi para cumprir seu trabalho, um cachorrinho de pelúcia azul que, apesar de bonitinho, tem uma terrível boca-suja, adora bebidas alcoólicas e, literalmente, solta fogo pelas ventas.

Gabriel Moon e Fabio Bá Vendem pôsteres exclusivos no Rio Comic Con


Os gêmeos Gabriel Bá e Fábio Moon, que este ano arrebataram vários prêmios internacionais (como o Eisner e o Eagle) por seu trabalho em Daytripper, terão um atrativo a mais para seus fãs, durante a Rio Comicon, que acontece de 20 a 23 de outubro: venderão edições limitadas de alguns pôsteres.

Os autores estarão num estande próprio, no qual venderão todos os seus álbuns e essas artes especiais. A maioria dos pôsteres eles haviam vendido na edição deste ano da San Diego Comic-Con, mas dois foram produzidos especialmente para a Rio Comicon, para homenagear um dos convidados: Chris Claremont, "um grande escritor da época dos X-Men que vive na nossa memória", segundo Fábio Moon.

Os pôsteres foram impressos em papel couché 190g e cada um custará 20 reais. "Sim, nós sabemos que não foi o Claremont que escreveu Arma X, mas é uma saga da qual gostamos", ressalta Moon.

Para conferir a programação de Bá e Moon durante o evento, visite o site dos autores. Na página é possível ver ainda detalhes dos desenhos dos X-Men e do Wolverine.

Arte de Gabriel Bá e Fábio MoonArte de Gabriel Bá e Fábio MoonArte de Gabriel Bá e Fábio MoonArte de Gabriel Bá e Fábio MoonArte de Gabriel Bá e Fábio MoonArte de Gabriel Bá e Fábio MoonArte de Gabriel Bá e Fábio Moon
Fonte> UNIVERSO HQ

terça-feira, 18 de outubro de 2011

A volta da Fenix pode ser um dos grandes eventos da Marvel em 2012


Fênix

Durante a New York Comic-Con (que aconteceu entre 13 e 16 de outubro), aMarvel Comics divulgou uma imagem antecipando um dos seus grandes eventos de 2012: o retorno da Fênix.

A editora não respondeu se Jean Grey - que morreu em 2004, durante fase de Grant Morrison, nos X-Men - será a personagem responsável pela volta da entidade cósmica.

O cartaz inclui apenas a figura da Fênix e o nome dos seguintes autores: Jason Aaron, Brian Bendis, Ed Brubaker, Oliver Coipel, Matt Fraction, Jonathan Hickman, Kubert (sem especificar qual dos três artistas, Joe, Adam ou Andy) e John Romita Jr.

Mais detalhes sobre o assunto serão revelados na edição especial Point One, com participação de Brian Michael Bendis, Jeph Loeb, Matt Fraction, Ed Brubaker, Fred Van Lente, Chris Yost, David Lapham, Brian Hitch, Ed McGuiness, Terry Dodson, Salvador Larroca, Ryan Stegma, Javier Pulido e Roberto De La Torre.

Point One será publicado no próximo dia 21 de novembro.

Fonte>>> Universo Hq

Novo volume de "Aliga Extraordinária" saindo pela Devir editora


Londres, 1969. Passaram-se quase 60 anos desde o confrontocom Oliver Haddo e a terrível chacina na zona portuária.

Agora, no coração de uma época lisérgica, em meio a violentas gangues criminosas e misteriosas seitas satanistas, Mina Murray, Allan Quatermain e Orlando investigam as ações de um culto secreto que pretende gerar o tão temido Anticristo.

No entanto, esta Liga Extraordinária começa a sofrer os efeitos psicológicos desgastantes da imortalidade e o peso dos agitados anos 1960.

Escrita por Alan Moore e ilustrada por Kevin O'Neill, A Liga Extraordinária - Século - 1969 (formato 21 × 28 cm, 96 páginas, R$ 48,50, em capa dura, e R$ 25,00, em capa cartonada) é uma "viagem psicotrópica" à década de 1960, reunindo, numa mesma aventura, personagens e conceitos da literatura, do cinema e da TV.

O título é um lançamento da Devir.

A Liga Extraordinária - Século - 1969A Liga Extraordinária - Século - 1969A Liga Extraordinária - Século - 1969A Liga Extraordinária - Século - 1969

Fonte>>> Universo HQ

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Artista Fodão da semana #2

E o posto de A.F dessa semana vai para Fabiano Cardozo, com uma fanart de Kullo, personagem de Armagedon Senshi, web comic de Val Beirut.

Confira a arte do cara:





Gostou? quer ter sua arte aqui e ser o A.F da Semana? É só mandar sua arte para b-boy_sliim@hotmail.com . Toda segunda postaremos as artes escolhidas. Esperamos por você!

domingo, 16 de outubro de 2011

Um passeio que todo quadrinista gostaria de fazer

Zoo - "Jogos de predadores" saindo pela HQM Editora.


Segundo volume da aventura animal de Nestablo Ramos, saindo do forno.

Zoo foi lançado em 2010 e de cara arrastou um premio Bigorna por "melhor publicação de aventura". A historia se desenrola em um mundo onde os oprimidos são os dominantes: os animais. Em uma forma de criticar a maeneira cruel com que a humanidade trata os animais, Nestablo criou um mundo onde os humanos são os explorados, os inferiores, e os animais estão no topo.

Agora a HQM editora traz segunda edição de Zoo, intitulada "jogos de predadores". Com uma trama que se passa alguns meses depois dos eventos passados no primeiro volume, a historia vem cheia de revelações da origem e passado do Chimpanzé Sims e muitos outros. Mas será só isso? Em se tratando de Zoo, nada é o que parece.

A edição trás um prefácio de Gonçalo Junior e colaborações de Eduardo Schloesser, Carlos Brandino e Glauco Guimarães. Zoo "jogos de predadores" terá 160 páginas, além de vários extras e a participação de Zé Gatão, personagem criado por Eduardo Schloesser.

A previsão de lançamento é para esse mês de outubro. A edição conta com duas capas produzida especialmente para colecionadores.


Zoo – Jogos de Predadores
HQM Editora
Nestablo Ramos Neto
Prefácio: Gonçalo Junior
16,5 x 24 cm
160 páginas em cores
R$ 39,90



sábado, 15 de outubro de 2011

Action Comics #1 roubado de Nicholas Cage pode valer 2 milhões de dólares


Action Comics #1

No final da década de 1990, o ator Nicholas Cage comprou uma cópia da revista Action Comics #1original, publicada em 1938 e que mostra a primeira aparição do Superman. Cage é fã declarado de histórias em quadrinhos, e, além de interpretar o Motoqueiro Fantasma atualmente, quase chegou a viver o papel de Clark Kent/Superman na abandonada adaptação que seria dirigida por Tim Burton.

No ano 2000, a edição foi roubada. Nicholas Cage, que tinha um seguro para a revista, recebeu a indenização. Até que, no começo deste ano, a revista foi recuperada.

Agora, ela vai a leilão. O estado físico da edição foi certificada e avaliada, recebendo nota 9,0. Isso significa que está em excelente estado de preservação.

Em 2010, uma cópia de Action Comics #1 (avaliada em 8,5) foi vendida por 1,5 milhões de dólares. Com isso, já surgem especulações de que a edição pode ser arrematada por 2 milhões de dólares, o que a tornaria a mais cara já vendida em toda a história.

Ainda não há data confirmada de quando o leilão acontecerá.

Fonte>>> Universo HQ

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Ação Magazine: Divulgada capa da segunda edição.

Há alguns dias, fábio satoshi, acessor editorial da Ação magazine, a antologia de mangás nacionais lançada em julho desse ano, divulgou em seu twitter o que seria a capa da segunda edição da revista. O primeiro volume da revista foi lançada no festival do Japão em são paulo, e teria sua distribuição nacional para setembro. Mas, até agora, ao que parece, algumas questões relacionadas a distribuição ainda não foram resolvidas.
Esperemos que as coisas se acertem agora com a segunda edição, que em minha opinião parece estar de alto nível. O pré lançamento da segunda edição acontece no Fest Comix, nos dias 14,15 e 16 de outubro.

confira a capa abaixo.

Novo volume de Os Mortos Vivos saindo pela HQM

Escrito por Robert Kirkman (de Invencível e Zumbis Marvel), com arte de Charlie Adlard (Arquivo X, Juiz Dredd) e tons de cinza de Cliff Rathburn, Os Mortos-Vivos: Vida de Agonia é o sexto volume da série de terror cultuada no mundo inteiro.

Sucesso de público e crítica, a série é ganhadora do prestigiado Prêmio Eagle, vencedora do Eisner Award – o Oscar dos quadrinhos – e premiada em nosso país com o Troféu HQMix por melhor álbum de terror com Dias Passados, o primeiro volume.

Em 2010 o título foi adaptado para a TV num seriado de enorme sucesso, supervisionado pelo próprio Kirkman, que até roteirizou um episódio da primeira temporada. A série, produzida pela AMC, é exibida no Brasil pelo canal Fox. Já em sua segunda temporada, o programa vem conquistando ainda mais fãs, gerando ainda um spin-off na forma de uma websérie.

Considerado um dos pontos mais importantes e marcantes da trajetória do título, Os Mortos-Vivos – Vol.6: Vida de Agonia traz ainda um posfácio de Danilo Beyruth, criador do Necronauta, o “salva-vidas” dos mortos. Este volume coleciona as histórias publicadas originalmente na série The Walking Dead #31 a 36, publicadas nos Estados Unidos pela Image Comics.

Ainda na cidade de Woodbury, Rick Grimes, Michonne e Glenn enfrentam problemas muito maiores do que os mortos-vivos que assolam o mundo, na forma do Governador, o sádico personagem que merecidamente figura entre boa parte das listas de maiores vilões dos quadrinhos.

Enquanto Rick tenta achar um jeito de escapar dessa sociedade distorcida, sua família e amigos continuam vivendo na prisão, tendo de encarar a possibilidade de que Rick e companhia estejam mortos.

Os Mortos-Vivos – Volume 6: Vida de Agonia
HQM Editora
Roteiro: Robert Kirkman
Arte: Charlie Adlard
Tons de Cinza: Cliff Rathburn
Posfácio de Danilo Beyruth
16,5 x 24 cm
148 páginas
R$ 32,90

Fonte>>> Universo hq

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Clã Ani-Mal Volume 2 (capítulos extras)

Finalmente, trago a vocês os extras que finalizam o segundo volume de Clã Ani-Mal, e a nova prsonagem: MAYU. Agradeço a quem teve paciência, e a quem nos companha, não achei que tanta gente leria essa bagaça em tão pouco tempo. Em fim, vamos aos capitulos

Link Extra #1>>> AQUI
Link Extra #2>>> AQUI
Link Volume2 na integra>>> AQUI

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A internet acabou com o (bom) senso crítico?


-
Basta entrar na internet pra se deparar com uma vasta quantidade quadrinhos publicados de maneira independente e virtualmente. São títulos para todos os gostos e idades.

É fato: a internet pode ser uma mão na roda para o artista que simplesmente quer mostrar seu trabalho para o mundo. Mas se por um lado a gratuidade acaba por ser a solução de quem não tem como publicar com editora e nem como arcar com os custos de edição, por outro, a facilidade na publicação acaba por banalizar a coisa toda, e por criar uma classe de artistas totalmente descomprometidos com seus leitores: o que consiste basicamente em não se importar com necessidade do leitor em achar qualidade e continuidade em uma obra.

Antes da internet se tornar parte integrante de nossas vidas, a única forma de ter um trabalho publicado era submetendo-o ao julgo de uma editora e cruzar os dedos ( existiam também os fanzines, mas isso é outra historia). O projeto era elaborado, executado e enviado pelo correio (ainda lembra pra que isso serve?). O dito trabalho ia parar nas mãos do bicho papão comedor de fígados: o editor; ele por sua vez, na qualidade de profissional ciente do que funciona ou não para o mercado, aceitava ou não publicar o trabalho. É certo que grande parte desses trabalhos enviados seriam recusados, e quase sempre acompanhados de criticas não muito agradáveis. Mas, ora, ao menos em minha época, fazer parte do mercado era coisa pra adulto mesmo... Mas em fim, o mercado não é o foco aqui.

Essa barreira representada pelo editor era na verdade o que separava os meninos dos homens! O sujeito era rejeitado e nascia nele uma vontade de se provar, melhorar, de evoluir. Então, voltava-se à prancheta de projetos para fazer algo ainda melhor que antes. Esse desejo de evoluir, de melhorar, beneficia não só o autor, mas também o leitor, que tinha em suas mãos trabalhos cada vez melhores. Outra verdade dessa época é que apenas os que de fato queriam fazer quadrinhos sentiam esse desejo de melhorar. Os que apenas brincavam disso, choravam com a mamãe ao serem rejeitados e largavam mão em seguida.

Nos dias de hoje, infelizmente, quase não se encontra mais esse desejo de melhorar, de procurar fazer algo bom. A falta dessa “barreira” na internet acabou com isso. Esse fato se prova ao ver a quantidade imensa de material publicado em sites de fanzines virtuais. Quase nada se aproveita. Eu sei que todo mundo tem um começo. Mas, e o que me diz daquele que depois de muito tempo, continua com a mesma baixa qualidade de sempre? Eu digo: foi aquele que se acostumou a fazer e postar porcaria, que desenha de vez em quando, que nunca finaliza um trabalho. Às vezes eu me pergunto: Se a dinâmica da vida atual, que inclui trabalho e estudo, não lhe deixa tempo pra se dedicar a fazer algo ao menos aceitável, por que começa? Leitor não quer saber, e nem precisa, saber sobre seus problemas pessoais. Ele só precisa do quadrinho pronto para ler. Se não pode cumprir essa proposta, não entre nesse acordo.

Então escutam-se pelo mundo virtual frases como essa: “Ah, mas eu faço esse quadrinho só pra mim, pra me divertir mesmo”
Duas perguntas pra você, jovem:

1- Se é só pra você, porque publica?
2- Só tem graça fazer algo feio e sem qualidade? Não tem graça fazer algo bem feito? O.o

Nos blogs e sites da vida se encontram uma espécie interessante de pseudo-artistas. Esses, pelo fato de 10 ou 20 amigos que insistem em dizer que o trabalho dele está ótimo, que a anatomia grotesca, total despreparo para enquadramento e traço sujo é estilo, se recusam a “mudar” sua arte. Afinal, qualquer um fora do ciclo de amizades que lhe apóiam com certeza tem apenas inveja de suas “artes” (aos desavisados, alerto para o uso de sarcasmo).
Mas será mesmo que a internet acabou com o respeito pela produção de arte seqüencial? Eu diria que não, tenho em vista a quantidade de GENTE ADULTA que usa o recurso da internet muito bem em suas produções. Então, esse texto não teria muito sentido de ser escrito... Eu diria que sim, afinal, todo texto foi feito pra ser lido, e eu o fiz pra os outros, não pra mim.

Aos adolescentes Otakus que sonham em ir pro Japão brincar de Bakumam, que enchem o saco postando paginas aleatórias no Orkut, que entram em discussão de típicos de comunidades... A esses eu só espero que desistam logo e vão chorar com a mamãe, pois por mais cruel que possa parecer, quadrinhos é coisa séria, como toda forma de arte, onde pode se encontrar o prazer e a diversão sem se desvencilhar da qualidade do que se faz. E creio eu que essa nova classe de aparelhos de leitura portáteis que estão aparecendo trarão um novo mercado, e pra esse mercado, apenas os profissionais de verdade terão vez (novidade).

Espero um pouco mais de respeito por parte de quem produz, pois, pra mim a internet está ai pra facilitar o trânsito entre autor e leitor, e não pra incentivar preguiça e descomprometimento (mas claro que essa é uma opinião pessoal que você aceita se quiser).

Aos chatos e críticos de plantão, depois de ler esse texto eu digo: Acima de tudo, se o quadrinho não for bom, simplesmente NÃO LEIA!

Obrigado a todos por lerem, e nos vemos na próxima.

POR> TAY

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Frank Miller no topo das vendas de setembro


Legendary Comics

Segundo o ICv2 e a Diamond Distributors, a graphic novel mais vendida em setembro foi Holy Terror, de Frank Miller.

Holy Terror, que originalmente deveria se chamar Batman - Holy Terror, é uma aventura na qual um super-herói - The Fixer - enfrenta o grupo terrorista Al-Qaeda.

O título marca tanto a estreia da editora Legendary Comics no mercado de quadrinhos como também a volta de Miller aos desenhos.

Holy Terror tem capa dura, 120 páginas, e custa 29,95 dólares. Veja algumas páginas aqui.

Holy Terror
Fonte>>> Universo HQ

Mythos Editora lança "HellBoy- Caçada Selvagem"


E os fãs do chifrudo vermelho vão a loucura!
------------------------------------------------------

Os Caçadores indômitos, que foi criado em 1259, é um esquadrão especial que tem como finalidade caçar e eliminar os gigantes demoníacos. Agora, depois que vários desses colossos malignos renasceram em nossa época, HellBoy é chamado a participar da equipe e ajudar a erradicar esse mal antigo.

Mas o que o herói vermelho não imaginava é que essa expedição acabariapor levá-lo ao encontro de uma inimiga antiga: A Rainha de sangue, uma feiticeira recém revivida que tem como único proposito formar um exercito demoníaco para destruir a humanidade.

Agora HellBoy terá de lutar para proteger o seu reino adotado, enfrentando terríveis verdade sobre sua origem demoníaca.

Hellboy - Caçada Selvagem (formato americano, 196 páginas) tem roteiro de Mike Mignola, arte de Duncan Fegredo e cores de Dave Stewart. O título é uma publicação da Mythos Editora e está programado para janeiro de 2012.

A edição, que é continuação da saga O Clamor das Trevas, reúne capas originais de Mike Mignola, além de um caderno de esboços e comentários dos artistas.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Antecipado lançamento da biografia em quadrinhos de Steve Jobs

A Bluewater Comics lançou a biografia em quadrinhos de Steve Jobs em formato digital, três semanas antes da versão impressa.

A HQ digital, disponível para Nook e Kindle, traz quadrinhos adicionais sobre a morte do cofundador da Apple, ocorrida no último dia 5 de outubro.

Steve Jobs: Co-founder of Apple tem 32 páginas e chegará às comic shops dos Estados Unidos no próximo dia 27 de outubro.

Parte do valor obtido com as vendas da revista será doada à ONG American Cancer Society.

Steve Jobs: Co-founder of Apple

Fonte>>> Universo Hq

Artista Fodão da semana #1

É isso ai, caro e juvenil leitor desse blog. Trago a vocês a arte do artista fodão dessa semana ( realmente, tá fodassa essa arte).


Gorpo- He-Man. Por Wong.

Clique na imagem pra ampliar.
Gostou? quer ter sua arte aqui e ser o A.F da Semana? É só mandar sua arte para b-boy_sliim@hotmail.com . Toda segunda postaremos as artes escolhidas. Esperamos por você!

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

American Terrorist: Revolução nos EUA


A Wave Blue World lançará durante a convenção de Nova York, que acontece entre os dias 13 e 16 deste mês, a graphic novel American Terrorist.

Escrita por Tyler & Wendy Chin-Tanner e desenhada por Andy MacDonald, a história mostra um grupo de americanos que, cansados do sistema, resolvem iniciar sua própria revolução. Rapidamente rotulados como fugitivos pelas autoridades, essas pessoas começam a compartilhar suas experiências usando mídias sociais da internet, inspirando outros a seguirem seus passos.

A publicação terá 214 páginas, sendo que a edição impressa a ser lançada durante a convenção será em preto e branco. Ao mesmo tempo, versão colorida digital será disponibilizada para compra online. As cores foram feitas por Matt Wilson e Michael Wiggam.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Clã Ani-mal: tira de quinta


Sentimos informar que em virtude de uma penca de material pra estudos que caiu sobre a cabeça desse que vos fala, nessa quinta não postaremos as tiras extras do final do volume dois de Clà ANI-MAL. Pedimos desculpas e garantimos que as tiras serão postadas novamente na segunda, e que o volume 3 sai anda esse mês.

Pra quem acompanha, nossos pedido de paciencia até segunda (inclusive você mayu).
Pra quem ainda não sabe o que é Clã Ani-mal, é so clicar no link abaixo e se tornar mais uma entrar pro Clã mais foda do recife.

Leia os Volume 1 e 2 -AQUI-

Lista dos Games hentai mais vendidos no Japão.

Dá uma olhada na lista dos games hentai mais vendidos no Japão:

1.Fate/hollow ataraxia - TYPE-MOON 154.015 (Continuação de Fate/Stay Night) 2.ToHeart2 XRATED - Leaf 110.393
3. Yoake mae yori Ruriiro na - August 68.599
4. Tomoyo After ~It's a Wonderful Life~ - Key 49.226
5. Pastel Chime Continue - Alice Soft 41.456
6. Tsuyokisu - CandySoft 36.867
7. School Days - Overflow 32.278
8. Summer - HOOK 30.010
9. Fate/stay night - TYPE-MOON 28.557
10. Happiness! - Wind Mill 28.370

Os japoneses são muito encolhidos com material adulto, tudo que é deles deve ficar regionalizado, por isso games, filmes, mangas, e ilustrações adultas, são exportadas com censura.




Hentai, aliás, o sexo como um todo, é uma indústria que nunca vai acabar ou falir, todo mundo transa, todo mundo sente prazer e todo mundo gosta, e no Japão, apesar de parecerem bem rígidos quanto a isso (censuram os pelos pubianos nos animes, colocam tarjas e mosaico nos games, animes e filmes adultos, demitem uma famosa artista de tv porque aparece fazendo propaganda de camisinha ), mas é o povo mais tarado e pervertido que existe, é sexo com empregada, secretária, é assédio as modelos que empresariam, Enjo-Kosai, roubam calcinhas, fazem mangas de 10 marmanjos estuprando uma garotinha de 10 anos, entre outras. Concluindo se tem um país de falsa moralidade, esse é o Japão, e viva a putaria! \o/

fonte do texto: http://www.kadajneto.com/2010/12/materia-especial-tudo-sobre-hentai.html

O mistério do novo projeto da Marvel

A Marvel Comics enviou para diversas comic shops um cartão com os dizeres "It's Coming" ("Está Chegando", em tradução livre). O cartão é assinado pelo editor-chefe Axel Alonso e diz "Confie em mim, você não vai querer perder".

Ainda não se sabe do que se trata, mas especula-se que esse é o começo da ofensiva da "Casa das Ideias" contra a reformulação da DC Comics, que praticamente monopolizou as atenções dos leitores nos últimos meses.

Mais detalhes serão revelados no dia 15 de outubro, durante a New York Comic-Con. Há também um blog no site da editora, no qual os fãs poderão acompanhar as novidades online.


Barba negra lança Biografia de Allan Kardec

Ficção biográfica em quadrinhos retrata a vida de Allan Kardec e a gênese da doutrina espírita

Allan Kardec é conhecido como o codificador do espiritismo. O seu “Livro dos Espíritos”, de 1857, é leitura obrigatória para quem segue a doutrina. Seu nome é conhecido no mundo inteiro e seu túmulo em Paris, no famoso Père-Lachaise, é tão célebre quanto o de Jim Morrison ou Édith Piaf.

Mas quem foi o homem Hippolyte Léon Denizard Rivail e o que o levou a se tornar Allan Kardec? O livro “Kardec”, que será lançado pela editora Barba Negra no Rio Comicon deste ano, transporta o leitor para a França do século XIX, onde as ideias metafísicas borbulhavam, e acompanha Allan Kardec durante a sua busca por respostas sobre a existência humana.

Com prefácio de Marcel Souto Maior, autor do livro “As vidas de Chico Xavier”, da editora LeYa Brasil, a obra de Carlos Ferreira e Rodrigo Rosa, ganhadores do HQ MIX 2011 de Adaptação para os quadrinhos por “Os Sertões”, a obra “Kardec” é uma ficção histórica em quadrinhos.

No livro, o leitor entrará em contato com uma França que se preocupou em entender fenômenos sobrenaturais, vividos nas reuniões de “mesas girantes”, em que objetos se moviam inexplicavelmente, e a história do homem que mudou seu nome e dedicou o resto da vida a entender e explicar o conhecimento adquirido sobre esses fenômenos e a continuidade da existência humana aos outros.

Do pedagogo francês e estudioso do magnetismo à codificador e maior referência da doutrina espírita no mundo, conheça onde tudo começou.

Carlos Ferreira nasceu no Rio Grande do Sul, é roteirista e diretor de TV. Fundador da revista Picabu, adaptou para os quadrinhos Os sertões, outra parceria com Rodrigo Rosa.

Rodrigo Rosa também é gaúcho, ilustrou diversos livros infantis, tendo recebido cerca de 20 prêmios em salões de humor no Brasil e no exterior.

Kardec
Editora Barba Negra
Carlos Ferreira e Rodrigo Rosa
18,5 x 24 cm
144 páginas
R$ 34,90

Fonte >>> Universo HQ