sábado, 27 de agosto de 2011

Resenha: Série "Mangá nacional" N#1

[Super Star-Ace Striker]

Super Star é um Web mangá nacional que encontrei cavucando na net( o qual não sei de quem é a autoria, apenas um endereço relacionado: www.thementes.com.br - autor por favor se apresente O.o). Com uma temática muito conhecida dos brasileiros: o Futebol esse mangá conta a historia de Bruno, um garoto brasileiro que depois de ver a derrota do Brasil para a França na final da copa de 98, fica muito frustrado e decide se tornar um jogador( mas não apenas jogador, mas sim o MELHOR jogador) e entrar na seleção Brasileira. Ele tem um pai que tem uma loja de Video games, e que não suporta a ideia de que seu filho não goste dos ditos jogos eletrônicos, o que dificulta e muito a hora de lhe dar presentes de aniversário.



A narrativa da trama não é nada mirabolante, até porque isso não é algo muito encontrado em quadrinhos de esportes, porém é divertida e bem contada. O traço ( que me lembra levemente o estilo de Berserk , não sei por que O.o) é bem limpo, dando melhor compreensão aos quadros finalizados com poucas retículas ( nada de poluição visual em excesso). Ela também apresenta elementos que familiarizam o leitor com momentos que com certeza viveu na infência: peladas em campinhos de barro e etc. E para os que adoram "japonizar" a parada, tem o melhor amigo dele, o Massaro, que pelo nome ( Mas um detalhe na capa remete a Itália O.o) acredito ser japonês.

Pros: Anatomia sempre certinha e arte limpa, como já foi dito, retidão em linhas de cenário, enquadramentos simples que me lembram até algumas tiras dos anos 50.

Contras: A falta de retículas, tons de cinza e sombreamento em alguns quadros( o que na minha opinião tira a "vida" do desenho), isso e também uma "forçadinha" no roteiro que vi no final do primeiro capitulo, quando o pai de Bruno faz um pedido ao treinador do são paulo( isso mesmo: Treinador do São Paulo) na cara dura, "pedido" esse que na minha opinião não teria cabimento de se fazer como foi feito na historia ( mas isso você só compreenderá melhor lendo)

No geral, Apesar do protagonista ser meio que um "Oliver Tsubasa Tupiniquim" não ouso fazer comparações com obras como Super Campões (nada de colocar o carro na frente dos bois, e bom senso não mata ninguém). Super Star é um trabalho bem feito e uma leitura divertida, ao qual espero que continue e não pare do nada, como acontece com muitos trabalhos brasileiros.

Confira algumas páginas da historia:



Link para ler On Line clicando AQUI


1 Pitacos gêniais:

Malandro disse...

curtir o traço.....vou ler e ver se a historia é boa também.

Postar um comentário