quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Dica de zineiro - Seja sua própria editora.

Uma das maiores aflições que quem produz um zine é: "como ele chegará na fase de impresso". Muitas pessoas, ou equipes, mesmo depois de terem o trabalho finalizado, acabam desistindo ao se deparar com os enormes preços de impressão e encadernação das gráficas.
Aqui no Recife, nós do inova-X produzimos zines impressos a três anos, o mesmo que se encontra em sua quarta edição e com um titulo novo a caminho. Muitas pessoas perguntam sobre custo de produção e ficam surpresos ao saberem que não somos ricos ( hahaha, que novidade ¬¬)
(Mas vale ressaltar que se você tem o dinheiro necessário em mãos, não há por que não fazer da maneira tradicional e mandar tudo pra a gráfica e esperar o produto final O.o)


Vejam algumas fotos de nossos trabalhos impressos:




Pensando nisso, resolvi dividir um pouco do que aprendi com os leitores desse blog. Vão agora algumas dicas singelas que espero que sejam uteis

1 Impressão.

Vou pular a parte de trabalho artístico em geral ( arte final, quadrinização) pois é outro assunto e não é o que pretendo abordar aqui, e sim "baratear produção". Primeiramente que pra aplicar as técnicas que vou citar agora, você meio que precisa ser um "meio artesão"- calma, não se assuste, eu explico ^^

Primeiro de tudo, lembre-se que você é um zineiro que apenas quer que seus trabalhos sejam vistos. Sendo assim, vá devagar; um passo de cada vez. Pense em tiragens pequenas, de 50 exemplares por vez. Esse tipo de calculo permite que você tenha material pra vender em eventos, e que tenha dinheiro pra outra tiragem de 50 e assim por diante ate decidir passar pra o próximo numero.

Mas bem, vamos a impressão: Depois da diagramação, você não vai imprimir em sua multi-funcional em casa; você vai em uma gráfica (decente) e imprimi um MODELO na maior qualidade de imagem que a gráfica oferecer.

Modelo = Um único exemplar que vai servir de base para os outros. Lembrem-se de que estamos falando de paginas soltas. Nada de grampos pois isso é parte de encadernação e não é agora ^^

Agora que o modelo já foi impresso, procure um lugar bacana para copiar. Isso mesmo, COPIAR! Calma! Tenho certeza que você já pensa em muitos zines xecorados e horríveis que tenha visto nos eventos da vida. Calma jovem padawan... Com esses macetes, seu zine pode ser copiado, mas passará muito próximo da qualidade de uma obra toda impressa, e com custo baixo, que é melhor.

Macete A: O modelo precisa ser impresso na maior qualidade de imagem possível, pois isso é um detalhe muito importante ( se não o MAIS) para a qualidade das copias.

Macete B: Essa é uma técnica ninja que eu custei a dividir com o mundo(¬¬). Depois de achar um lugar que ofereça a melhor qualidade de copiar possível, ultilize papel reciclado de alta qualidade (que se encontra em qualquer papelaria) pra fazer as copias. O truque do papel é que ele segura muito mais dos tons de zinza da copia que o papel comum, e a cor do papel em sí, em contraste com o preto da tinta, não deixa a impressão de xerox. (caso alguém pergunte o por que daquele tipo de folha... Você diz... Sei lá... Que é politicamente correto ^^). Não se preocupe. O papel reciclado de alta qualidade não é crespo como o jornal. Ele é macio e tem a textura do OF7. Não tenha medo de ser um cliente exigente: Primeiro peça uma unica copia. Depois verifique se a qualidade está de seu gosto; caso não esteja você sempre pode pedir (com jeito) que o carinha regule um pouco mais a qualidade das copias. Aí sim, começar a copiar em massa.

Macete C : Agora que você já sabe como copiar sem parecer copia, concentre-se em baratear o preço das copias - não se engane so por que é copia, pois o preço final pode ser uma facada no bolso.
Use o bom papo furado pra convencer o cara da gráfica a baratear o custo final. Uma boa alternativa é oferecer algo em troca; algo como a divulgação da marca da grafica em seu zine (sempre funciona aqui). Use como argumento complementar que nos eventos onde você vende seus quadrinhos, muitos outros produtores lhe procuram querendo informações de lugar bom e barato pra imprimir e que seria ai que a logo da grafica no zine entraria. Mas lembre-se: sempre procure ficar calmo na hora dessas negociações ^^.

PS: O miolo pode ser copiado com essas dicas pra aumentar a qualidade, mas as capas tem de ser impressas, e na maior qualidade possível. Isso é crucial, pois a capa é o cartão de visitas de seu trabalho e não pode deixar nunca a desejar. Lembre-se que essas dicas são pra aumentar a qualidade de seu zine, fazendo de maneira própria e barata, e NÃO pra competir com editoras. Você pode usar esse modo semi-artesanal de produção como primeiro passo, uma forma de adquirir experiência de contato com o publico ou simplesmente chamar a atenção de pessoas do meio... Mas nada de por os pés pelas mãos ^^


Depois de tudo copiado, é hora da encadernação, a parte que os zineiros mais temem, e em minha opinião: a mais divertida! Na continuação dessa matéria estarei passando macetes de como encadernar com lombada de maneira barata e com qualidade semelhante a encadernação de editoras. aguardem ^^

0 Pitacos gêniais:

Postar um comentário